12.5.17

te recordo na palavra. única fonte. entre nós um oceano. e quando a hora chegar? um engano. perdemos o tempo. arrisco uma imagem. uma fotografia da memória. esqueci os detalhes com a poeira do tempo. a vida me embala. os braços já não são abrigo. te amo circunstancialmente. e te perco da mesma forma. na carência, afloro. há algum conflito em mim. eu sei. sabemos todos. ontem foi o sonho. por apatia me calo. não quero o fardo. era viável o teu embaraço. havia uma voz conhecida. não conto mais os anos. em mim. mais uma vez. tento um resgate do que ainda é emoção. colamos os dias num calendário sem números. não há no peito uma saudade que justifique. 




volta.